quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Não há como descrever o que sinto em palavras, precisaria de muitas e ainda assim seriam poucas...

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Eu quero você, não como antes, muito muito mais... 
Seu ar de menino distraído me fascina, me enlouquece e aguça meus sentidos.
Como posso esquecer esse desejo há tempo disfarçado? 
Não permitirei mais que a razão me domine, me arrase, me sufoque... Ela só me faz ser infeliz e ficar longe de você.
Permitirei que meu desejo venha à tona, forte e voraz me consumindo por inteira...

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Já não me reconheço ao me olhar no espelho, não sou nem a sombra do que fui um dia...Amarga constatação, o brilho nos olhos deram lugar a tristeza. Fico a me perguntar quando foi que deixei minha vida escorrer pelas mãos?

...ele tenta saber o que penso 
eu não penso nada!

...ele tenta saber quem sou
eu não sou nada

então ele fica a cismar...onde estarei?
em lugar algum, pois pra você... não existo!

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Insana procura...

O pior é saber que a pessoa que amo não dá a miníma pros meus sentimentos...Recolho meus cacos um a um inutilmente, tento colá-los numa insana esperança que um dia encontrarei o amor correspondido.

Um templo católico construído com sangue, suor e lágrimas. Porque tudo para mim tem que haver um porém? Magnífica!